segunda-feira, 23 de setembro de 2013

O Livro de Apocalipse - Parte 3

Jó, que significa “odiado”, “perseguido”, não possui genealogia bíblica. Ele não tem origem e nem a sua descendência continua sendo mencionada nas escrituras. Ele era antes da Lei de Moisés e erasacerdote em sua própria casa! Por isso Jó prefigura Cristo!
Cristo fez isto:
Hebreus 7:17-28
“Porque dele assim se testifica: Tu és sacerdote eternamente, Segundo a ordem de Melquisedeque. Porque o precedente mandamento é ab-rogado por causa da sua fraqueza e inutilidade (Pois a lei nenhuma coisa aperfeiçoou) e desta sorte é introduzida uma melhor esperança, pela qual chegamos a Deus. E visto como não é sem prestar juramento (porque certamente aqueles, sem juramento, foram feitos sacerdotes, Mas este com juramento por aquele que lhe disse: Jurou o Senhor, e não se arrependerá; Tu és sacerdote eternamente, Segundo a ordem de Melquisedeque), De tanto melhor aliança Jesus foi feito fiador. E, na verdade, aqueles foram feitos sacerdotes em grande número, porque pela morte foram impedidos de permanecer, Mas este, porque permanece eternamente, tem um sacerdócio perpétuo. Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles. Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores, e feito mais sublime do que os céus; Que não necessitasse, como os sumos sacerdotes, de oferecer cada dia sacrifícios, primeiramente por seus próprios pecados, e depois pelos do povo; porque isto fez ele, uma vez, oferecendo-se a si mesmo. Porque a lei constitui sumos sacerdotes a homens fracos, mas a palavra do juramento, que veio depois da lei, constitui ao Filho, perfeito para sempre.”
Apocalipse 5:1-14
“E VI na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, selado com sete selos.”
O "livro" é a Vida e a Obra redentora de Cristo para nós. Por "dentro" e por "fora" fala dos sacrifícios figurados (VT) e o manifestadado (NT) na Cruz, cuja revelação foi feita pelo próprio Senhor Jesus aos homens.
Apocalipse 5:2-5
“E vi um anjo forte, bradando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus selos? E ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele. E eu chorava muito, porque ninguém fora achado digno de abrir o livro, nem de o ler, nem de olhar para ele. E disse-me um dos anciãos: Não chores; eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, que venceu, para abrir o livro e desatar os seus sete selos.”
Encerrar a obra redentora e fazer com que ela fosse consumada na Cruz, foi exclusividade de Jesus. É Ele quem abre esta obra e a encerra (consuma). Agora Jesus nos revela (apocalipse) dentro dos sete selos, tudo quanto haveria de suceder da Cruz até o grande tribunal branco.
Apocalipse 5:6-14
“E olhei, e eis que estava no meio do trono e dos quatro animais viventes e entre os anciãos um Cordeiro, como havendo sido morto, e tinha sete chifres e sete olhos, que são os sete espíritos de Deus enviados a toda a terra. E veio, e tomou o livro da destra do que estava assentado no trono. E, havendo tomado o livro, os quatro animais e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo todos eles harpas e salvas de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos. E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda a tribo, e língua, e povo, e nação; E para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra. E olhei, e ouvi a voz de muitos anjos ao redor do trono, e dos animais, e dos anciãos; e era o número deles milhões de milhões, e milhares de milhares, Que com grande voz diziam: Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças. E ouvi toda a criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e que está no mar, e a todas as coisas que neles há, dizer: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre. E os quatro animais diziam: Amém. E os vinte e quatro anciãos prostraram-se, e adoraram ao que vive para todo o sempre.”
É interessante percebemos que Paulo trata deste assunto em 1 Cor. 15:
I Corintios 15:22-29
“Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo. Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.
24 - Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força. Porque convém que reine (igreja-reis e sacerdotes) até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés. Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte. Porque todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas. E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos. Doutra maneira, que farão os que se batizam pelos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitam? Por que se batizam eles então pelos mortos? Os inimigos são: o império (da morte), e toda a potestade (pecado) e força (Lei).”
I Corintios 15:54-56
“E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória. Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória? Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.”
Ainda acerca da visão de Ezequiel, a localização exata do rio Quebar é desconhecida. Todavia, a maioria dos geógrafos bíblicos liga o rio Quebar com o Shatt en-Nil, que tem sido identificado com o naru Kabaru (ou “Grande Canal”) mencionado em tabuinhas cuneiformes de contrato encontradas na cidade de Nipur, cerca de 85 km ao SE de Babilônia. O Shatt en-Nil se separa do Eufrates acima de Babilônia e corre em direção ao SE, passando próximo a Nipur, para unir-se novamente ao Eufrates ao Sul de Ur, cerca de 240 km abaixo de Babilônia. Em 613 AEC, Tel-Abibe, próximo ao rio Quebar, foi o lugar da primeira visão registrada do profeta Ezequiel, cujos efeitos assombrosos perduraram sete dias, e de seu comissionamento como “vigia para a casa de Israel”. (Ez 1:1–3:21) Visões similares em ocasiões posteriores fizeram o profeta lembrar-se de sua experiência no rio Quebar. — Ez 10:15, 20, 22; 43:3.
Gênesis 2:10-14
“E saía um rio do Éden para regar o jardim; e dali se dividia e se tornava em quatro braços. O nome do primeiro é Pisom; este é o que rodeia toda a terra de Havilá, onde há ouro. E o ouro dessa terra é bom; ali há o bdélio, e a pedra sardônica. E o nome do segundo rio é Giom; este é o que rodeia toda a terra de Cuxe. E o nome do terceiro rio é Tigre; este é o que vai para o lado oriental da Assíria; e o quarto rio é o Eufrates.”
Amados, antes de adentrarmos no Cap. 6 de Apocalipse eu quero convidá-los para algumas reflexões:
1º Por que existe, qual a finalidade, das escrituras?
2º O que eu tenho haver com elas?
3º O que Deus tem haver com elas?
Se todos concordarmos que elas nos revelam tudo acerca da nossa existência, e em como, cada indivíduo, ao longo da história da humanidade, se moveu em seu tempo, desde seu nascimento até a sua morte, então o Cap. 6 de Apocalipse terá sua revelação encontrada. Pensem um pouco acerca dos quatro seres viventes, suas rodas, e os quatro selos que eles vão abrindo no curso dos tempos (Cronus e Kairós). As rodas dos querubins simbolizam os tempos e as épocas que estes seres percorrem fazendo vistas a toda obra humana. Já o Cordeiro abre o Seu "livro" de vida (redenção) sobre tudo quanto os homens têm feito e manifesta a Sua Salvação.
Apocalipse 6:1
“E, HAVENDO o Cordeiro aberto um dos selos, olhei, e ouvi um dos quatro animais, que dizia como em voz de trovão: Vem, e vê.”
João está no Kairós (tempo eterno do Espírito), e ouve: Vem e vê! Desde Adão, nós somos movidos por três pulsões:
I João 2:16
“Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.”
Estas três pulsões trouxe a existência o "mundo" ou um "reino", que Paulo chama de poder (potestade) das trevas.
Colossenses 1:13-14
“O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor; Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados;”
Assim, o "mundo" é um conjunto (combinação) de três concupiscências que se manifestam pelas vias: olhos, carne (apetite, desejo físico) e conhecimento (mente ou intelecto). Mas quando esta concupiscência se torna exacerbada, incontrolável, nasce a cobiça!
Apocalipse 6:2
“E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer.”
Adão foi este "valente" no princípio, porém foi derrotado por sua cobiça. Tudo que é motivado pela cobiça segue um mesmo caminho:
Apocalipse 6:3-4
“E, havendo aberto o segundo selo, ouvi o segundo animal, dizendo: Vem, e vê. E saiu outro cavalo, vermelho; e ao que estava assentado sobre ele foi dado que tirasse a paz da terra, e que se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada.”
Os homens começaram a se matar motivados por cobiça, que tem em sua “espinha dorsal” todas as obras da carne que conhecemos.
Tiago 4:1-2
“DE onde vêm as guerras e pelejas entre vós? Porventura não vêm disto, a saber, dos vossos deleites, que nos vossos membros guerreiam? Cobiçais, e nada tendes; matais, e sois invejosos, e nada podeis alcançar; combateis e guerreais, e nada tendes, porque não pedis.”
Apocalipse 6:5
“E, havendo aberto o terceiro selo, ouvi dizer ao terceiro animal: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo preto e o que sobre ele estava assentado tinha uma balança na mão.”
Segue a justiça e o juízo (principio da semeadura) de Deus sobre os atos de perversidade de todos os homens:
Apocalipse 6:6
“E ouvi uma voz no meio dos quatro animais, que dizia: Uma medida de trigo por um dinheiro, e três medidas de cevada por um dinheiro; e não danifiques o azeite e o vinho.”
Isto é quando Deus age com justiça e juízo (castigo) sobre a terra. Envia o frio, o calor, ou a seca para trazer juízo (castigo) sobre a terra. Mas diz aos querubins: Não danifiques o azeite (Unção/ensino) e o vinho (sangue), símbolos da redenção, para que a terra e o homem não sejam de todo aniquilados. Porque sem sacrifícios expiatórios não haveria perdão e redenção para a humanidade.
Hebreus 12:6-9
“Porque o Senhor corrige o que ama, E açoita a qualquer que recebe por filho. Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos. Além do que, tivemos nossos pais segundo a carne, para nos corrigirem, e nós os reverenciamos; não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, para vivermos?”
Apocalipse 6:7-8
“E, havendo aberto o quarto selo, ouvi a voz do quarto animal, que dizia: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo amarelo, e o que estava assentado sobre ele tinha por nome Morte; e o inferno o seguia; e foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra, com espada, e com fome, e com peste, e com as feras da terra.”
Assim a humanidade vai perecendo a cada geração, um em quatro morrem por esta cobiça que mata.
Apocalipse 6:9
“E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.”
Desde Adão até hoje, muitos que carregaram em si mesmos (encarnaram) a mensagem da redenção e que foram mortos, o seu sangue clama por justiça.
Gênesis 4:10
“E disse Deus: Que fizeste (Caim)? A voz do sangue do teu irmão (Abel) clama a mim desde a terra.”
Hebreus 11:4
“Pela fé Abel ofereceu a Deus maior sacrifício do que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho dos seus dons, e por ela (fé), depois de morto, ainda fala.”
Apocalipse 6:10
“E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?”
Adão não foi o primeiro dominador? Se fosse, por que não dominou sobre o sua concupiscência? Mas as almas clamam ao que é o Verdadeiro e Santo dominador!
Apocalipse 6:11
“E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como eles foram.”
Todos os que morreram abraçando, pela fé, a obra redentora, seja pelo sacrifício de animais do VT, seja pela pregação da Cruz, ainda não foram ressuscitados, mas aguardam uma coisa melhor, que todos venham a ser “aperfeiçoados”, qual seja, que todos venham a ser ressuscitados.
Hebreus 11:39-40
“E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa, Provendo Deus alguma coisa melhor a nosso respeito, para que eles sem nós não fossem aperfeiçoados.”
Apocalipse 6:12
“E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue; E as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte. E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas; E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?”
Mateus 24:26-33
“Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis. Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem. Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias. E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus. Aprendei, pois, esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas.”
Concorde com este, temos:

II Pedro 3:10-14
Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça. Por isso, amados, aguardando estas coisas, procurai que dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz.”
Algumas considerações:
O cerne da escritura é uma boa nova (mensagem). Aquele que a recebe tem a incumbência de repassá-la conforme a recebeu. Conquanto ele faça o repasse do mesmo jeito que a recebeu, será chamado de "fiel", pois consegue carregar a mensagem sem adulterá-la. Portanto ser "fiel" a Deus é carregar sua mensagem de boas novas sem adulterá-la. Não tem nada haver com os nossos pecados ou santidade, pois pelos pecados temos a expiação e o perdão! No Éden temos a primeira pregação da boa nova (sacrifício). Adão repassou isto para seus filhos. Caim quis adulterar a mensagem (culto de sacrifício), ele quis mudar o Evangelho. Não quis mais a mensagem da Cruz, do sangue, da morte, da redenção. Ele quis oferecer a Deus uma outra mensagem, uma voltada para seu ventre, seu desejo, sua mente. O que se segue, é que aquele que quizer ser "fiel" a mensagem sofrerá a perseguição, uma grande tribulação.
Apocalipse 6:9-11
“E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar (local onde era colocado o sacrifíco) as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus (Sacrifíco/Jesus) e por amor do testemunho que deram (culto/mensagem). E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como eles foram.
Desde Adão a mensagem da redenção vem sendo anunciada. Seja por um homem, seja por uma nação ou seja, seja pelo Filho do Homem, seja pela igreja:
Hebreus 1:1-3
“HAVENDO Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, A quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo. O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados (Ele foi fiel a mensagem, pois Ele era a própria mensagem), assentou-se à destra da majestade nas alturas;”
Aquele que recebe a mensagem, e a adultera, sofre as consequências (juízos/castigos) de Deus. Nossos pecados não são castigados porque Cristo já sofreu por nós o castigo deles. Mas quando adulteramos a mensagem, então sim somos castigados, porque a mensagem adulterada, modificada muda o destino de quem a ouve:
Gênesis 3:4
“Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.”
A serpente modificou a mensagem e a humanidade teve um outro destino!
Hebreus 10:26-36
Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade (se adulterarmos a mensagem), já não resta mais sacrifício pelos pecados, (Pois sem a verdade (mensagem) acaba a reconciliação, justificação e a redenção); Mas certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários. Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas. De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça? Porque bem conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo. Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo. Lembrai-vos, porém, dos dias passados, em que, depois de serdes iluminados (depois de termos recebido o conhecimento da mensagem), suportastes grande combate de aflições. Em parte fostes feitos espetáculo com vitupérios e tribulações, e em parte fostes participantes com os que assim foram tratados. Porque também vos compadecestes das minhas prisões, e com alegria permitistes o roubo dos vossos bens, sabendo que em vós mesmos tendes nos céus uma possessão melhor e permanente. Não rejeiteis, pois, a vossa confiança, que tem grande e avultado galardão. Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa.”
Portanto, o Livro do Apocalipse está direcionado para aquele que carrega a mensagem. São sete cartas... são sete igrejas... são sete anjos... são sete selos... são sete trombetas! Número perfeito, completo! Das sete igrejas, apenas uma não é repreendida, e sobre seis vem juízo (castigo)! Vejam, são sete tipo de filhos:
Fariseu e o Publicano (dois); o que diz que não vai fazer e faz, e o que diz que vai fazer e não faz (dois); o pródigo e o que fica na casa (dois)= 6. Mas apenas um entra no reino:
João 3:5
“Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.”
O que interessa é se você se tornou uma mensagem (uma boa nova) para o seu próximo. Aquele que diz carregar uma mensagem, mas não a encarnou, recebe o juízo (castigo) de Deus, pois não transmite a verdade de Deus e se torna infiel.
João 15:10-12
“Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor. Tenho-vos dito isto, para que o meu gozo permaneça em vós, e o vosso gozo seja completo. O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.”
Assim existem duas mulheres: A fiel e a infiel. A que está no Cap. 12 de Apocalipse e a que está no Cap. 17. Todo livro diz respeito as igrejas. É com as igrejas que Jesus está falando e mandando escrever. Não ao mundo. Não ao anticristo. Tudo sai de dentro da igreja (besta, falso profeta, prostituta, reis, montes...). Se nós não olharmos para dentro dos nossos coraçôes e não ouvirmos o que o Espirito diz as Igrejas jamais o véu vai ser tirado (revelação/apocalipse). Os homens querem achar significados, interpretações fora da igreja... estão errados, não há revelação fora da igreja! Daniel é a Igreja, a revelação vem para a igreja! Israel é a igreja no AT. É em relação a Israel que tudo se move no planeta. Guerras, invasões, pestes, calamidades, todo o planeta se move em relação a Israel no AT. No NT tudo se move e acontece por nossa desobediência e infidelidade. Não é o anticristo que vai detonar o fim, o fim "vem" porque a mensagem vai terminar, vai ser extinta! Acorda povo! Se não houver mais a mensagem, não há porque o homem existir no planeta.
Apocalipse nos diz que a mensagem está morrendo... chegando o tempo do SEU FIM!
Mateus 24:12-14
"E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo. E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.”
Meditem por um instante:
Quem trouxe o que estava determinado (dilúvio)? Deus ou Noé? Pensem antes de responder!
Gênesis 7:1-7
“DEPOIS disse o SENHOR a Noé: Entra tu e toda a tua casa na arca, porque tenho visto que és justo diante de mim nesta geração. De todos os animais limpos tomarás para ti sete e sete, o macho e sua fêmea; mas dos animais que não são limpos, dois, o macho e sua fêmea. Também das aves dos céus sete e sete, macho e fêmea, para conservar em vida sua espécie sobre a face de toda a terra. Porque, passados ainda sete dias, farei chover sobre a terra quarenta dias e quarenta noites; e desfarei de sobre a face da terra toda a substância que fiz. E fez Noé conforme a tudo o que o SENHOR lhe ordenara. E era Noé da idade de seiscentos anos, quando o dilúvio das águas veio sobre a terra. Noé entrou na arca, e com ele seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos, por causa das águas do dilúvio.”
Quem é o agente que traz a GT? Deus ou a Igreja? Pensem antes de responder!
Lucas 17:26-30
“E, como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do homem. Comiam, bebiam, casavam, e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio, e os consumiu a todos. Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: Comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; Mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os consumiu a todos. Assim será no dia em que o Filho do homem se há de manifestar.”
Percebam os “verbos” usados nos dias de Noé: comer, beber e casar!
Verbos nos dias de Ló: comer, beber (“casar” não há mais casamentos), comprar e vender (Ap. 13:15-17), plantar e edificar (comércio de almas). Não há mais noivas, Cristo não está mais se casando com ninguém, porque não há mais a mensagem!
Apocalipse 7:1
“E DEPOIS destas coisas vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma.”
Antes da abertura do sétimo selo, que finaliza a obra da redenção, temos um tempo de contagem. Inicia-se pelo AT e vai até o arrebatamento. Enumerar o povo é um desígnio de Deus:
Números 1:2-3
“Tomai a soma de toda a congregação dos filhos de Israel, segundo as suas famílias, segundo a casa de seus pais, conforme o número dos nomes de todo o homem, cabeça por cabeça; Da idade de vinte anos para cima, todos os que em Israel podem sair à guerra, a estes contareis segundo os seus exércitos, tu e Arão.”
Atos 2:47
“Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar.”
Já mencionei que Jesus (NT) levou seus discípulos até Cersareia de Felipe, junto ao pé do Hermon, onde está Basã, que representa uma terra pagã dentro de Israel, desde o tempo de Gen 6, cujo o último rei dos Nefilins foi Og, rei de Basã. É bom ler todo o Cap. 18 de Juízes, aqui ali está o motivo pelo qual Dã não entra na contagem:
Juízes 18:19
“E eles lhe disseram: Cala-te, põe a mão na boca, e vem conosco, e sê-nos por pai e sacerdote. É melhor ser sacerdote da casa de um só homem, do que ser sacerdote de uma tribo e de uma família em Israel?”
Dã preferiu fazer um culto separado das outras tribos! É quando saímos da única mensagem, quando queremos impor novas doutrinas, novos ensinos, métodos, sistemas...
Apocalipse 7:2-4
“E vi outro anjo subir do lado do sol nascente, e que tinha o selo do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos, a quem fora dado o poder de danificar a terra e o mar, Dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que hajamos assinalado nas suas testas os servos do nosso Deus. E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel.”
12 Tribos x 12 Apóstolos=144. Os 24 anciãos representam (simbolizam) aqueles que carregam a verdadeira mensagem do Evangelho desde Adão até os dias de hoje. Os 144 é a multiplicação como resultado da proclamação da mensagem e não soma,  e sim se multiplicação.
Do AT, temos:
Apocalipse 7:5-8
“Da tribo de Judá, havia doze mil assinalados; da tribo de Rúben, doze mil assinalados; da tribo de Gade, doze mil assinalados; Da tribo de Aser, doze mil assinalados; da tribo de Naftali, doze mil assinalados; da tribo de Manassés, doze mil assinalados; Da tribo de Simeão, doze mil assinalados; da tribo de Levi, doze mil assinalados; da tribo de Issacar, doze mil assinalados; Da tribo de Zebulom, doze mil assinalados; da tribo de José, doze mil assinalados; da tribo de Benjamim, doze mil assinalados.”
Do NT temos:
Apocalipse 7:9-17
“Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos; E clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro. E todos os anjos estavam ao redor do trono, e dos anciãos, e dos quatro animais; e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a Deus, Dizendo: Amém. Louvor, e glória, e sabedoria, e ação de graças, e honra, e poder, e força ao nosso Deus, para todo o sempre. Amém. E um dos anciãos me falou, dizendo: Estes que estão vestidos de vestes brancas, quem são, e de onde vieram? E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro. Por isso estão diante do trono de Deus, e o servem de dia e de noite no seu templo; e aquele que está assentado sobre o trono os cobrirá com a sua sombra. Nunca mais terão fome, nunca mais terão sede; nem sol nem calma alguma cairá sobre eles. Porque o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará, e lhes servirá de guia para as fontes das águas da vida; e Deus limpará de seus olhos toda a lágrima.”
Lembre-se, João está no espaço-tempo eterno, ele vê o princípio e o fim como um só Livro que se vê e conhece de capa a capa!
Apocalipse 8:1-13
“E, HAVENDO aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora.”
João está no tempo-espaço eterno, onde o "tempo" é o Kairós de Deus. Portanto, o "céu" que se silencia "como" (quase/grego= hos) se fosse uma meia hora, são as regiões celestes onde há atividades celestiais. Um exemplo desta atividade é como a escada na visão de Jacó. São atividade de anjos carregando orações, subindo e descendo, então estas cessariam por um meio tempo (hora). E a razão é simples:
Mateus 25:5
E, tardando o esposo, tosquenejaram todas, e adormeceram.”
É como se todas as sete igrejas por um momento deixassem de ter suas orações respondidas, ou de exercer alguma atividade relacionada com a espiritualidade das regiões celestes. O fato de não ter havido um arrebatamente anterior, e estar vindo calamidades sobre a terra, deixará muitos cristãos confusos e desanimados. Isto faz relação com Ap. 11 conforme veremos mais a frente:
Apocalipse 11:6
“Estes têm poder para fechar o céu, para que não chova (orações impedidas, sem respostas), nos dias da sua profecia; e têm poder sobre as águas para convertê-las em sangue, e para ferir a terra com toda a sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem.”
Apocalipse 8:2
“E vi os sete anjos, que estavam diante de Deus, e foram-lhes dadas sete trombetas.”
Serão duas sequências de toques: Quatro e depois três. Nas quatro primeiras temos:
Postar um comentário