segunda-feira, 23 de setembro de 2013

O Livro de Apocalipse - Parte 5

Apocalipse 12:1-1
“E VIU-SE um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça.”
João recebe a visão acerca da mensagem (boa nova), representada por uma "mulher", cujo sol que a veste é Deus, e a lua que reflete a imagem do sol, é a Lei, que foi dada as doze tribos de Israel, ou doze mensageiros das boas novas.
Apocalipse 12:2
“E estava grávida, e com dores de parto, e gritava com ânsias de dar à luz.”
Por milhares de anos, a boa nova (Evangelho) foi carregada (apostólicamente) por Israel, através do cerimonial da Lei. Esta mensagem (obra) da redenção trouxe para muitos a justificação por meio de sacrifícios de animais. Mas em Cristo ela encarnou na forma de um Filho homem, gerado pela Palavra de Deus, e se tornou a Graça.
Miquéias 4:9-10
“E agora, por que fazes tão grande pranto? Não há em ti rei? Pereceu o teu conselheiro? Apoderou-se de ti a dor, como da que está de parto? Sofre dores, e trabalha, para dar à luz, ó filha de Sião, como a que está de parto, porque agora sairás da cidade, e morarás no campo, e virás até Babilônia; ali, porém, serás livrada; ali te remirá o SENHOR da mão de teus inimigos.”
Apocalipse12:3
“E viu-se outro sinal no céu; e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre as suas cabeças sete diademas.”
As "cabeças" falam da maneira como satanás, através primeiramente do Império Romano, veio tentando destruir, devorar, a mensagem (boa nova), uma cabeça (mentalidade) para cada igreja que carrega o Evangelho. Os 10 chifres falam de governos na terra, através dos quais, satanás tenta impedir que a mensagem (boa nova) se manifeste.
Daniel 7:7-8
“Depois disto eu continuei olhando nas visões da noite, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha dentes grandes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez chifres. Estando eu a considerar os chifres, eis que, entre eles subiu outro chifre pequeno, diante do qual três dos primeiros chifres foram arrancados; e eis que neste chifre havia olhos, como os de homem, e uma boca que falava grandes coisas.”
Este chifre pequeno representa um governo (um poder mundial), o qual vem se espalhando rapidamente por toda terra, e a partir dele, muitas outras mensagens (informações) são anunciadas tentando encobrir o Evangelho e o matar. Hoje temos a Internet, que é um poder de persuasão e de divulgação poderoso. Mas infelizmente o que menos se divulga é o simples Evangelho de Cristo!
Apocalipse12:4-5
“E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho. E deu à luz um filho homem que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono.”
João vê como o poder de satanás controlou as forças angelicais tentando impedir que a mensagem fosse manifestada.
Isaías 66:6-13
“Uma voz de grande rumor virá da cidade, uma voz do templo, a voz do SENHOR, que dá o pago aos seus inimigos. Antes que estivesse de parto, deu à luz; antes que lhe viessem as dores, deu à luz um menino. Quem jamais ouviu tal coisa? Quem viu coisas semelhantes? Poder-se-ia fazer nascer uma terra num só dia? Nasceria uma nação de uma só vez? Mas Sião esteve de parto e já deu à luz seus filhos. Abriria eu a madre, e não geraria? diz o SENHOR; geraria eu, e fecharia a madre? diz o teu Deus. Regozijai-vos com Jerusalém, e alegrai-vos por ela, vós todos os que a amais; enchei-vos por ela de alegria, todos os que por ela pranteastes; Para que mameis, e vos farteis dos peitos das suas consolações; para que sugueis, e vos deleiteis com a abundância da sua glória. Porque assim diz o SENHOR: Eis que estenderei sobre ela a paz como um rio, e a glória dos gentios como um ribeiro que transborda; então mamareis, ao colo vos trarão, e sobre os joelhos vos afagarão. Como alguém a quem consola sua mãe, assim eu vos consolarei; e em Jerusalém vós sereis consolados.”
Apocalipse12:6
“E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha lugar preparado por Deus, para que ali fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias.”
A mensagem (Evangelho) foi forçada sair de Jerusalém e levada para todo o Planeta.
Atos 8:11
“Naquele dia levantou-se grande perseguição contra a igreja que estava em Jerusalém; e todos exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judéia e da Samária.”
Apocalipse 12:7-9
“E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos; Mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou nos céus. E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.”
Durantes os dias em que Jesus esteve ensinando na terra até a sua ressurreição, houve uma grande batalha nas regiões celestes. Mas as potestades das trevas não prevaleceram.
Apocalipse 12:10-12
“E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e a força, e o reino do nosso Deus, e o poder do seu Cristo; porque já o acusador de nossos irmãos é derrubado, o qual diante do nosso Deus os acusava de dia e de noite. E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até à morte. Por isso alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais. Ai dos que habitam na terra e no mar; porque o diabo desceu a vós, e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo.”
A terra simboliza os judeus e o mar os gentios. Desde a ressurreição de Cristo, satanás vem tentando destruir os que carregam a mensagem. As sete igrejas do Apocalipse, são judeus e gentios convertidos pela mensagem do Evangelho.
Apocalipse 12:13-16
“E, quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho homem. E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente. E a serpente lançou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, para que pela corrente a fizesse arrebatar. E a terra ajudou a mulher; e a terra abriu a sua boca, e tragou o rio que o dragão lançara da sua boca.”
Eis aqui a revelação acerca da perseguição que os Judeus convertidos pela mensagem sofreram nos últimos séculos, até que o Senhor lhes deu um território em 1948, e assim puderam ter um lugar.
Apocalipse 12:17-18
“E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo. E o dragão parou sobre a areia do mar”.
Desde então o dragão se voltou contra os gentios convertidos (pés sobre a areia do mar). É sempre contra as sete igrejas do Apocalipse que satanás tem concentrado suas forças. Num primeiro momento, satanás intentou contra os que carregaram a mensagem, mas esta perseguição apenas fez com que ela espalhasse ainda mais (Livro de Atos). Então sua maquinação mudou. Confinar o Evangelho em "religiões", cercada de "doutrinas" e "ensinos", como está relatado nas cartas às sete igrejas.
Apocalipse 13:1-18
“E EU pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia.”
No mesmo lugar onde a serpente parou (areia do mar) João é colocado também. E agora João vê o surgimento das religiões no mundo. Elas têm aparência de "mulher" (Evangelho), vem através das sete cabeças e com poder dentro dos Estados Nações.
Apocalipse 13:2
“E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio.”
Em Daniel temos estes quatro animais representando diferentes impérios na História que Deus usou para “corrigir/castigar” Israel acerca da mensagem que carregava (apostólica). E agora todas as nações (grande mar) se unem para dar surgimento as religiões, assim, os mensageiros (igrejas) do Evangelho deixam de ser perseguidos diretamente, para receberem uma formatação religiosa e confinarem a mensagem dentro de sistemas religiosos.
Atos 20:26-35
“Portanto, no dia de hoje, vos protesto que estou limpo do sangue de todos. Porque nunca deixei de vos anunciar todo o conselho de Deus. Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue. Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho; E que de entre vós mesmos se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si. Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar com lágrimas a cada um de vós. Agora, pois, irmãos, encomendo-vos a Deus e à palavra da sua graça; a ele que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os santificados. De ninguém cobicei a prata, nem o ouro, nem o vestuário. Sim, vós mesmos sabeis que para o que me era necessário a mim, e aos que estão comigo, estas mãos me serviram. Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber.”
II Corintios 10:2-8
“Rogo-vos, pois, que, quando estiver presente, não me veja obrigado a usar com confiança da ousadia que espero ter com alguns, que nos julgam, como se andássemos segundo a carne. Porque, andando na carne, não militamos segundo a carne. Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas; Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo; E estando prontos para vingar toda a desobediência, quando for cumprida a vossa obediência. Olhais para as coisas segundo a aparência? Se alguém confia de si mesmo que é de Cristo, pense outra vez isto consigo, que, assim como ele é de Cristo, também nós de Cristo somos. Porque, ainda que eu me glorie mais alguma coisa do nosso poder, o qual o SENHOR nos deu para edificação, e não para vossa destruição, não me envergonharei.”
Apocalipse 13:3
“E vi uma das suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou após a besta.”
Uma das cabeças (religião) que formatou (prostitui) o Evangelho, sofreu um grande golpe ao ponto de quase ser extinta. Ela balançou, mas não se deu por vencida e reviveu.
Apocalipse 13:4
“E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela? E foi-lhe dada uma boca (um "canal" mundial/Internet), para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses. E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu.”
Virá das religões o incentivo para marcar com o sinal da besta todos os que as servem. Elas precisam de profetas, que através de grandes sinais e prodígios, confirmem que o sinal não é para o mal e sim para o bem daqueles que as servem.
Apocalipse13:7
“E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação.”
Este texto está diretamente ligado com o Cap. 11 de Apocalipse, cujos "santos" representam as duas testemunhas (judeus e gentios fiéis ao Evangelho/mensagem).
Apocalipse 13:8-10
“E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. Se alguém tem ouvidos, ouça. Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é que à espada seja morto. Aqui está a paciência e a fé dos santos.”
Nós cristão que guardamos a fé e o testemunho do Evangelho, não podemos reagir a estas maquinações com artifícios humanos. "Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas". Não podemos combatê-las com guerras da carne. Precisamos apenas esperar com fé e paciência o fim de todas as coisas.
Apocalipse 13:11
“E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão.”
Para o tempo em que os homens devem ser marcados pelo sinal da besta (42 meses) surgirá da terra (Israel/Palestina) com aparência de Evangelho, uma voz profética, de anuncio de PAZ. Um Ecumenismo universal, onde todas as religiões irão unir-se para um só propósito: PAZ e SEGURANÇA! Israel sempre foi pivô de perseguições e guerras devido a sua posição em guardar a primeira mulher (Lei). O Judaísmo se unirá as demais religões, e serão uma só voz no planeta, e enfim o planeta experimentará um período de "PAZ e SEGURANÇA"!
Apocalipse 13:12
“E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada.”
Finalmente, Judaísmo, Islamismo e o Cristianismo fazem as pazes! Na verdade este “ecumenismo mundial” já começou. Igrejas pentecostais Evangélicas (Assembléia de Deus) estão se unindo com a Igreja da Unificação (Ver. Rev. Moom) para este fim: PAZ e SEGURAÇA!
Apocalipse 13:13-18
“E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens. E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia. E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta. E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e um sessenta e seis.”
Durante a primeira parte da GT (42 meses), as maiores religiões (três chifres): Judaísmo, Cristianismo e Islamismo, unir-se-ão para receber o sinal da besta! Este sinal será uma identificação mundial. Qualquer pessoa que o possuir será localizada e identificada em qualquer lugar do Planeta. Sua maior característica será a função de moeda de troca, pois quem o possuir terá livre acesso a todos os meios de vida em sociedade como, escola, trabalho, auxílio saúde, benefícios governamentais, e tudo que fazemos hoje com dinheiro, como comprar e vender. Nos EUA já entrará em vigor o verichip implantável em abril de 2013, cuja função é identificar cada americano e liberar acesso ao sistema de saúde do governo. Se isto de fato ocorrer nos colocará dentro do início da GT! Daqui em diante as visões tendem a se misturar com capítulos anteriores. No início deste capítulo temos o que segue depois deste texto:
Apocalipse 7:2-4
“E vi outro anjo subir do lado do sol nascente, e que tinha o selo do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos, a quem fora dado o poder de danificar a terra e o mar, Dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que hajamos assinalado nas suas testas os servos do nosso Deus. E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel”
Apocalipse 14:1
“E OLHEI, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em suas testas tinham escrito o nome de seu Pai.”
São descendentes de Israel segundo o nome de cada tribo (Pai), excetuando a Tribo de Dã que escolheu por "pai" um moço levita o qual possuía: Uma estola sacerdotal, ídolos do lar (terafins), uma imagem de escultura e outro de fundição.
Apocalipse 14:2-5
“E ouvi uma voz do céu, como a voz de muitas águas, e como a voz de um grande trovão; e ouvi uma voz de harpistas, que tocavam com as suas harpas. E cantavam um como cântico novo diante do trono, e diante dos quatro animais e dos anciãos; e ninguém podia aprender aquele cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra. Estes são os que não estão contaminados com mulheres; porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes são os que dentre os homens foram comprados como primícias para Deus e para o Cordeiro. E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis diante do trono de Deus.”
São remanescentes fiéis, que não se contaminaram com outras religiões pagãs em suas épocas, e guardaram a mensagem do Evangelho (sacrifícios expiatórios) segundo a Lei cerimonial de Israel. Mas quanto aos infiéis:
Oséias 8:13
“Quanto aos sacrifícios das minhas ofertas, sacrificam carne, e a comem, mas o SENHOR não as aceita; agora se lembrará da sua iniqüidade, e punirá os seus pecados; eles voltarão para o Egito.”
Apocalipse 14:6-7
“E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo, Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.”
Também vemos a pregação do Evangelho pelos Apóstolos a todos os povos da terra.
Apocalipse 14:8-12
“E outro anjo seguiu, dizendo: Caiu, caiu Babilônia, aquela grande cidade, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua prostituição. E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro. E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, e aquele que receber o sinal do seu nome. Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.”
No AT, Babel ficou conhecida como o povo que veio do "sol nascente" (oriente) e quiseram edificar uma cidade. Quando os homens, e não de Deus, decidem edificar cidades o que se segue após a "edificação de cidades" é:
Deuteronômio 8:11-17
“Guarda-te que não te esqueças do SENHOR teu Deus, deixando de guardar os seus mandamentos, e os seus juízos, e os seus estatutos que hoje te ordeno; Para não suceder que, havendo tu comido e fores farto, e havendo edificado boas casas, e habitando-as, E se tiverem aumentado os teus gados e os teus rebanhos, e se acrescentar a prata e o ouro, e se multiplicar tudo quanto tens, Se eleve o teu coração e te esqueças do SENHOR teu Deus, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão; Que te guiou por aquele grande e terrível deserto de serpentes ardentes, e de escorpiões, e de terra seca, em que não havia água; e tirou água para ti da rocha pederneira; Que no deserto te sustentou com maná, que teus pais não conheceram; para te humilhar, e para te provar, para no fim te fazer bem; E digas no teu coração: A minha força, e a fortaleza da minha mão, me adquiriu este poder. 

Portanto, a grande babel ou grande babilônia, fala de uma falência do sistema humano para se viver em sociedade, onde tudo que as cidades anteriormente proporcionavam como "vida", passará por catástrofes e calamidades (veremos isto no cap. 18).
Apocalipse 14:13-20
“E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os seguem. E olhei, e eis uma nuvem branca, e assentado sobre a nuvem um semelhante ao Filho do homem, que tinha sobre a sua cabeça uma coroa de ouro, e na sua mão uma foice aguda. E outro anjo saiu do templo, clamando com grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: Lança a tua foice, e sega; a hora de segar te é vinda, porque já a seara da terra está madura. E aquele que estava assentado sobre a nuvem meteu a sua foice à terra, e a terra foi segada. E saiu do templo, que está no céu, outro anjo, o qual também tinha uma foice aguda. E saiu do altar outro anjo, que tinha poder sobre o fogo, e clamou com grande voz ao que tinha a foice aguda, dizendo: Lança a tua foice aguda, e vindima os cachos da vinha da terra, porque já as suas uvas estão maduras. E o anjo lançou a sua foice à terra e vindimou as uvas da vinha da terra, e atirou-as no grande lagar da ira de Deus. E o lagar foi pisado fora da cidade, e saiu sangue do lagar até aos freios dos cavalos, pelo espaço de mil e seiscentos estádios.”
Esta "cidade" a qual se refere o vs 20 é Israel espiritual revelado no vs 1 deste capítulo. Ela é aquela cidade que é formada por pessoas no mundo inteiro, as quais não foram marcadas pelo sinal da besta:
Zacarias 8:2-3
“Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Zelei por Sião com grande zelo, e com grande indignação zelei por ela. Assim diz o SENHOR: Voltarei para Sião, e habitarei no meio de Jerusalém; e Jerusalém chamar-se-á a cidade da verdade, e o monte do SENHOR dos Exércitos, o monte santo.”
Estes anjos não são os mesmos do cap. 8:
Apocalipse 8:6
“E os sete anjos, que tinham as sete trombetas (e não taças), prepararam-se para tocá-las.
Agora são calamidades que sobrevirão ao Planeta no fim da GT.”
Apocalipse 15:1-8
“E VI outro grande e admirável sinal no céu: sete anjos, que tinham as sete últimas pragas; porque nelas é consumada a ira de Deus. E vi um como mar de vidro misturado com fogo; e também os que saíram vitoriosos da besta, e da sua imagem, e do seu sinal, e do número do seu nome, que estavam junto ao mar de vidro, e tinham as harpas de Deus.”
Este povo está na terra, e não no céu, então ainda não houve arrebatamento.
Apocalipse 15:3-7
“E cantavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Senhor Deus Todo-Poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei dos santos. Quem te não temerá, ó Senhor, e não magnificará o teu nome? Porque só tu és santo; por isso todas as nações virão, e se prostrarão diante de ti, porque os teus juízos são manifestos. E depois disto olhei, e eis que o templo do tabernáculo do testemunho se abriu no céu. E os sete anjos que tinham as sete pragas saíram do templo, vestidos de linho puro e resplandecente, e cingidos com cintos de ouro pelos peitos. E um dos quatro animais deu aos sete anjos sete taças de ouro, cheias da ira de Deus, que vive para todo o sempre.”
Apocalipse 15:8
“E o templo encheu-se com a fumaça da glória de Deus e do seu poder; e ninguém podia entrar no templo (não houve arrebatamento), até que se consumassem as sete pragas dos sete anjos.”
Conforme já lemos em Apocalipse 14:15-19:
“E outro anjo saiu do templo, clamando com grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: Lança a tua foice, e sega; a hora de segar te é vinda, porque já a seara da terra está madura. E aquele que estava assentado sobre a nuvem meteu a sua foice à terra, e a terra foi segada. E saiu do templo, que está no céu, outro anjo, o qual também tinha uma foice aguda. E saiu do altar outro anjo, que tinha poder sobre o fogo, e clamou com grande voz ao que tinha a foice aguda, dizendo: Lança a tua foice aguda, e vindima os cachos da vinha da terra, porque já as suas uvas estão maduras. E o anjo lançou a sua foice à terra e vindimou as uvas da vinha da terra, e atirou-as no grande lagar da ira de Deus.”
Amados, este texto fala do fim da GT. Aqui o "lagar" da ira de Deus é manifestado, mas não sobre a "cidade da verdade", qual seja, aqueles que não se deixaram marcar com o sinal da besta.
Postar um comentário