quinta-feira, 14 de agosto de 2014

PARA QUE SÃO OS SINAIS?


"Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome". João 20:31


De fato, os sinais que acompanham a pregação do Evangelho está entrelaçado com a manifestação do Cristo, qual seja, o Messias esperado pelo povo de Israel, e portanto, podem comprovar que o Messias já é manifestado, e que as profecias acerca desta manifestação já foram cumpridas.

O interessante é que frequentemente Jesus foi desafiado pelos judeus a manifestar " sinais" e Paulo confirma que de fato os sinais são para os judeus:

E, chegando-se os fariseus e os saduceus, para o tentarem, pediram-lhe que lhes mostrasse algum sinal do céu. Mateus 16:1

Responderam, pois, os judeus, e disseram-lhe: Que sinal nos mostras para fazeres isto? João 2:18

E saíram os fariseus, e começaram a disputar com ele, pedindo-lhe, para o tentaremum sinal do céu. Marcos 8:11

Porque os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria; 1 Coríntios 1:22

E mais interessante ainda é que o sinal tinha que vir "do céu":


Jesus respondeu, e disse-lhes: A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou. Disseram-lhe, pois: Que sinal, pois, fazes tu, para que o vejamos, e creiamos em ti? Que operas tu? Nossos pais comeram o maná no deserto, como está escrito: Deu-lhes a comer o pão do céu. Disse-lhes, pois, Jesus: Na verdade, na verdade vos digo: Moisés não vos deu o pão do céu; mas meu Pai vos dá o verdadeiro pão do céu. Porque o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo. Disseram-lhe, pois: Senhor, dá-nos sempre desse pão. João 6:29-34




Mas é numa conversa com Nicodemos que podemos começar a vislumbrar esta questão dos "sinais":


E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus. Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele. João 3:1-2




Nicodemos acaba de confirmar o que o profeta disse:


Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel. Isaías 7:14

Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco. Mateus 1:23




Finalmente Deus estava presente dentre o Seu povo, e os sinais que Jesus manifestava só comprovavam esta verdade. Mas nem Deus e nem Jesus podiam converter o coração daquele povo, e os sinais não se tornaram em um testemunho mas em uma condenação:


E, ajuntando-se a multidão, começou a dizer: Maligna é esta geração; ela pede um sinal; e não lhe será dado outro sinal, senão o sinal do profeta Jonas; porquanto, assim como Jonas foi sinal para os ninivitas, assim o Filho do homem o será também para esta geração. Lucas 11:29-30




Assim temos dois grupos de pessoas entre os judeus: um que pede um sinal para crer que o Messias é manifesto e outra que crê e por isso os sinais são manifestados.

E o que os sinais significam para nós gentios?

Do ponto de vista da manifestação do Cristo... NADA! Pois não esperávamos um Cristo, pelo contrário, para nós gentios não havia ainda uma pregação a respeito de salvação e nem de ressurreição, e portanto não esperávamos por um Salvador.


E os que foram dispersos pela perseguição que sucedeu por causa de Estêvão caminharam até à Fenícia, Chipre e Antioquia, não anunciando a ninguém a palavra, senão somente aos judeus. Atos 11:19




E por isso e por muito tempo, os sinais tem sido manifestados pelo propósito de convencer os judeus acerca da manifestação do Messias! No entanto, há aqueles gentios que ouvindo acerca da pregação do Evangelho, CREEM para salvação e perdão dos pecados:


E, levantando-se dali, foi para os termos de Tiro e de Sidom. E, entrando numa casa, não queria que alguém o soubesse, mas não pôde esconder-se; porque uma mulher, cuja filha tinha um espírito imundo, ouvindo falar dele, foi e lançou-se aos seus pés.E esta mulher era grega, siro-fenícia de nação, e rogava-lhe que expulsasse de sua filha o demônio. Mas Jesus disse-lhe: Deixa primeiro saciar os filhos; porque não convém tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos. Ela, porém, respondeu, e disse-lhe: Sim, Senhor; mas também os cachorrinhos comem, debaixo da mesa, as migalhas dos filhos. Então ele disse-lhe: Por essa palavra, vai; o demônio já saiu de tua filha. E, indo ela para sua casa, achou a filha deitada sobre a cama, e que o demônio já tinha saído. Marcos 7:24-30




Mas Jesus deixou uma palavra dura para esta nação Israel:


E maravilhou-se Jesus, ouvindo isto, e disse aos que o seguiam: Em verdade vos digo que nem mesmo em Israel encontrei tanta fé. Mas eu vos digo que muitos virão do oriente e do ocidente, e assentar-se-ão à mesa com Abraão, e Isaque, e Jacó, no reino dos céus; e os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes. Mateus 8:10-12




Os patriarcas viveram somente pela Fé. Mas vindo Moisés, Israel tornou-se uma nação e um reino, com Leis para serem governados, mas sempre transgrediam a Lei que era a representação do governo de Deus, até que pediram um rei, pois era mais fácil servir a um homem do que servir a Deus através da Lei. É neste contexto que o Messias vem e se manifesta, e para que o povo seja convencido desta verdade, os sinais são manifestados.

Hoje, temos algo semelhante no meio cristão evangélico. Muitas pessoas não tem mais a Jesus como seu Rei e Senhor, e assim elegem governos humanos para lhes obedecerem, pois é mais fácil servir a homens do que servir a Cristo segundo o Evangelho. Os sinais são manifestados para dizer que Jesus ainda está no meio desta geração maligna e perversa, no entanto, é naqueles que ainda existe um alguma crença acerca do Evangelho que os sinais são manifestados.

O que não podemos nos esquecer é que temos que crescer da crença para Fé, pois se permanecermos apenas na crença de que Jesus está presente e vivo, e que Seus sinais ainda são manifestados, não alcançaremos a ressurreição para vida eterna, pois não foi pela manifestação dos sinais que nós gentios alcançamos a nossa salvação, mas sim pela manifestação da Fé ao ouvirmos a Palavra do Evangelho.

Muito cuidado meu irmão que vive atrás dos sinais, dos milagres, da cura, e ainda não tem a Fé que transcende o medo da morte. Você ainda vive de crenças e não desenvolveu a Fé que te salva!
Postar um comentário