segunda-feira, 23 de setembro de 2013

O Livro de Apocalipse - Parte 4

Apocalipse 8:3-5
“E veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que está diante do trono. E a fumaça do incenso subiu com as orações dos santos desde a mão do anjo até diante de Deus. E o anjo tomou o incensário, e o encheu do fogo do altar, e o lançou sobre a terra; e houve depois vozes, e trovões, e relâmpagos e terremotos.”
O fogo representa o mover do Espirito Santo. Depois da abertura do 6º selo que diz respeito a:
Lucas 21:20-28
“Mas, quando virdes Jerusalém (sete igrejas) cercada de exércitos (anjos conf. Judas 14-25), sabei então que é chegada a sua desolação. Então, os que estiverem na Judéia, fujam para os montes; os que estiverem no meio da cidade, saiam; e os que nos campos não entrem nela. Porque dias de vingança são estes, para que se cumpram todas as coisas que estão escritas. Mas ai das grávidas, e das que criarem naqueles dias! porque haverá grande aperto na terra, e ira sobre este povo. E cairão ao fio da espada, e para todas as nações serão levados cativos; e Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem. E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Homens desmaiando de terror,na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto as virtudes do céu serão abaladas.
O sexto selo fala de calamidades eminentes. Homens desesperados com tsunamis, terremotos, saqueando comércios, pessoas correndo de um lado para o outro em desespero. A "expectação" diante da qual os homens desmaiam de terror, é a notícia de algo ainda muito mais terrível que estará para acontecer no Planeta, e eles não tem outra solução senão aguardar. Mas João nos diz em Apocalipse que os assinalados receberão "virtude" (poder/fogo do altar) devido as orações feitas em toda a história (Kronus) da igreja para este tempo do sétimo selo. Haverá um derramamento do Espirito Santo, uma avivamento em toda a terra, a igreja que foi assinalada no Cap. 7 será despertada do seu sono, e a igreja que não foi assinalada correrá atrás do ES (azeite) mas não o encontrará, pois o ES é o selo (garantia) da redenção:
Lucas 21:28-31
“Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima. E disse-lhes uma parábola: Olhai para a figueira, e para todas as árvores; Quando já têm rebentado, vós sabeis por vós mesmos, vendo-as, que perto está já o verão. Assim também vós, quando virdes acontecer estas coisas, sabei que o reino de Deus está perto.”
Apocalipse 8:6-13
“E os sete anjos, que tinham as sete trombetas, prepararam-se para tocá-las. E o primeiro anjo tocou a sua trombeta, e houve saraiva e fogo misturado com sangue, e foram lançados na terra, que foi queimada na sua terça parte; queimou-se a terça parte das árvores, e toda a erva verde foi queimada. E o segundo anjo tocou a trombeta; e foi lançada no mar uma coisa como um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a terça parte do mar. E morreu a terça parte das criaturas que tinham vida no mar; e perdeu-se a terça parte das naus. E o terceiro anjo tocou a sua trombeta, e caiu do céu uma grande estrela ardendo como uma tocha, e caiu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas. E o nome da estrela era Absinto, e a terça parte das águas tornou-se em absinto, e muitos homens morreram das águas, porque se tornaram amargas. E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, e a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas; para que a terça parte deles se escurecesse, e a terça parte do dia não brilhasse, e semelhantemente a noite. E olhei, e ouvi um anjo voar pelo meio do céu, dizendo com grande voz: Ai! ai! ai! dos que habitam sobre a terra! por causa das outras vozes das trombetas dos três anjos que hão de ainda tocar.”
Isto é literal amados. Não há aqui nenhuma figura. O Planeta passará por este juízo (castigo) como foi nos dias de Noé (água - Tsunames, furacões) e de Ló (fogo do céu). Mas vejam que das sete igrejas apenas uma será poupada, guardada “no castigo”:
Hebreus 12:25-29
“Vede que não rejeiteis ao que fala; porque, se não escaparam aqueles que rejeitaram o que na terra os advertia, muito menos nós, se nos desviarmos daquele que é dos céus; A voz do qual moveu então a terra, mas agora anunciou, dizendo: Ainda uma vez comoverei, não só a terra, senão também o céu. E esta palavra: Ainda uma vez, mostra a mudança das coisas móveis, como coisas feitas, para que as imóveis permaneçam. Por isso, tendo recebido um reino que não pode ser abaladoretenhamos a graça (ES), pela qual sirvamos a Deus agradavelmente, com reverência e piedade; Porque o nosso Deus é um fogo consumidor.”
E ainda:
II Pedro 3:10-16
“Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça. Por isso, amados, aguardando estas coisas (O toque das 7 trombetas), procurai que dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz. E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor; como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada; Falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição. "entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição".
As interpretações apocalípticas são inúmeras. Muitos querem uma arrebatamento antes, outros no meio, mas a verdade é que ninguém será poupado das sete trombetas. Todos ouvirão uma por uma! Guarde bem o que tens (ES) para ninguém tome a tua coroa (redenção)!
As diferenças entre as quatro primeiras trombetas e as três últimas NÃO significam propriamente o tempo Krônus, como se as primeiras viessem a ocorrer primeiro e depois as restantes. Não! João está ouvindo uma separação entre as atividades do mundo real visível aos olhos dos homens, das atividades do mundo espiritual. Assim, temos nas três últimas trombetas atividades de anjos sobre a terra. "Estrela" simboliza anjo. E agora, o Cordeiro começa a soltar alguns anjos que foram presos em abismos para exercer um juízo sobre as igrejas do Apocalipse! Quando lemos as reprovações nas cartas as igrejas, ouvimos: "Eis que virei sobre ti... e farei...". Portanto, as atividades espirituais (três últimas trombetas) não virá sobre todos os homens da terra, mas apenas sobre as igrejas que não carregaram a mensagem com fidelidade!
Apocalipse 9:1-21
“E O QUINTO anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo.”
Esta primeira "estrela" que do "céu caiu" se refere:
Lucas 10:16-20
Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou. E voltaram os setenta com alegria, dizendo: Senhor, pelo teu nome, até os demônios se nos sujeitam. E disse-lhes: Eu via Satanás, como raio, cair do céu. Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões(ver Apocalipse), e toda a força do inimigo, e nada vos farádano algum. Mas, não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus.”
A atividade deste anjo/estrela (satanás) contra a igreja, começou em seguida da ressurreição. Muitos foram perseguidos e mortos por guardar a mensagem com fidelidade; e ainda até o Dia do Senhor, se acrescentará o número de mártires. Mas os que estão selados (pelo Espirito Santo) não sofrerão o dano dos anjos que vão ser soltos das prisões (abismo) reservados para um tempo de juízo (castigo) na terra.
Apocalipse 9:
“E abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço, como a fumaça de uma grande fornalha, e com a fumaça do poço escureceu-se o sol e o ar.”
O "sol" representa o Evangelho, Ele é o "sol da Justiça". O ar ou o vento representa o ES. Portanto, esta atividade de anjos, encobre (escurecem), não permitem que a Luz do Evangelho resplandeça sobre as Igrejas.
II Pedro 2:4
“Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;”
Judas 1:6
“E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande "Dia";"
No Grego este "Dia" (hêmera) se refere a um intervalo de tempo, um período de atividades espirituais que sobrevirá sobre as sete igrejas.
Apocalipse 9:3-12
“E da fumaça vieram gafanhotos sobre a terra; e foi-lhes dado poder, como o poder que têm os escorpiões da terra. E foi-lhes dito que não fizessem dano à erva da terra, nem a verdura alguma, nem a árvore alguma, mas somente aos homens que não têm nas suas testas o sinal de Deus. E foi-lhes permitido, não que os matassem, mas que por cinco meses os atormentassem; e o seu tormento era semelhante ao tormento do escorpião, quando fere o homem. E naqueles dias os homens buscarão a morte, e não a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles. E o parecer dos gafanhotos era semelhante ao de cavalos aparelhados para a guerra; e sobre as suas cabeças havia umas como coroas semelhantes ao ouro; e os seus rostos eram como rostos de homens. E tinham cabelos como cabelos de mulheres, e os seus dentes eram como de leões. E tinham couraças como couraças de ferro; e o ruído das suas asas era como o ruído de carros, quando muitos cavalos correm ao combate. E tinham caudas semelhantes às dos escorpiões, e aguilhões nas suas caudas; e o seu poder era para danificar os homens por cinco meses. E tinham sobre si rei, o anjo do abismo; em hebreu era o seu nome Abadom, e em grego Apoliom. Passado é já um ai; eis que depois disso vêm ainda dois ais.”
Podemos perceber que desde o AT, como vimos a exemplo do livro de Ezequiel, Deus traz juízo (castigo) sobre aqueles que tem a responsabilidade de transmitir a mensagem, e não sobre os homens da terra. Mas quando Deus quer proteger a "mensagem correta" então o contrário ocorre: os homens da terra sofrem o juízo (castigo) de Deus!
Romanos 11:19-22
“Dirás, pois: Os ramos (judeus) foram quebrados, para que eu (gentio) fosse enxertado. Está bem; pela sua incredulidade foram quebrados, e tu estás em pé pela fé. Então não te ensoberbeças, mas teme. Porque, se Deus não poupou os ramos naturais, teme que não te poupe a ti também. Considera, pois, a bondade e a severidade de Deus: para com os que caíram, severidade; mas para contigo, benignidade, se permaneceres na sua benignidade; de outra maneira também tu serás cortado.”
II Corintios 10:6
“E estando prontos para vingar toda a desobediência, quando for cumprida a vossa obediência.”
Nestes dias de Juízo (castigo) sobre as sete igrejas, os homens não selados pelo ES, serão atormentado por um Kronus/tempo de "cinco meses" figurado, procurarão morte, na expectativa de que a as "chagas" (Ap. 16:11) provocadas pelos anjos os matem, mas não morrerão!
Apocalipse 9:13
“E tocou o sexto anjo a sua trombeta, e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas do altar de ouro, que estava diante de Deus, A qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que estão presos junto ao grande rio Eufrates. E foram soltos os quatro anjos, que estavam preparados para a hora, e dia, e mês, e ano, a fim de matarem a terça parte dos homens. E o número dos exércitos dos cavaleiros era de duzentos milhões; e ouvi o número deles. E assim vi os cavalos nesta visão; e os que sobre eles cavalgavam tinham couraças de fogo, e de jacinto, e de enxofre; e as cabeças dos cavalos eram como cabeças de leões; e de suas bocas saía fogo e fumaça e enxofre. Por estes três foi morta a terça parte dos homens, isto é pelo fogo, pela fumaça, e pelo enxofre, que saíam das suas bocas. Porque o poder dos cavalos está na sua boca e nas suas caudas. Porquanto as suas caudas são semelhantes a serpentes, e têm cabeças, e com elas danificam. E os outros homens, que não foram mortos por estas pragas, não se arrependeram das obras de suas mãos, para não adorarem os demônios, e os ídolos de ouro, e de prata, e de bronze, e de pedra, e de madeira, que nem podem ver, nem ouvir, nem andar. E não se arrependeram dos seus homicídios, nem das suas feitiçarias, nem da sua prostituição, nem dos seus furtos.”
Esta 1/3 parte da humanidade que é morta não são os homens da terra sem o Evangelho, mas pessoas que pertencem as 6 (tipos) igrejas! Os homens da terra, que nada tem haver com a responsabilidade do Evangelho, neste período de atividade angelicais, nada sofrerão.
Neste momento, João tem a visão daquilo que recebeu enquanto viveu ao lado de Jesus:
I João 1:1-4
“O QUE era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida (Porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e nos foi manifestada); O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo. Estas coisas vos escrevemos, para que o vosso gozo se cumpra.”
Apocalipse 10:1-11
“E VI outro anjo forte, que descia do céu, vestido de uma nuvem; e por cima da sua cabeça estava o arco celeste, e o seu rosto era como o sol, e os seus pés como colunas de fogo; E tinha na sua mão um livrinho aberto. E pôs o seu pé direito sobre o mar, e o esquerdo sobre a terra; E clamou com grande voz, como quando ruge um leão; e, havendo clamado, os sete trovões emitiram as suas vozes.”
Jesus se manifesta a Judeus (terra) e a gentios (mar). O "brado" na Cruz ecoou por toda terra, porquanto a mensagem estava salva em seus discípulos.
Apocalipse 10:4
“E, quando os sete trovões acabaram de emitir as suas vozes, eu ia escrever; mas ouvi uma voz do céu, que me dizia: Sela o que os sete trovões emitiram, e não o escrevas.”
João recebe 7 oráculos do Cordeiro e fica proibido de escrever (veremos mais a frente) e que diz respeito a sétima e última trombeta.
Apocalipse 10:5
“E o anjo que vi estar sobre o mar e sobre a terra levantou a sua mão ao céu, E jurou por aquele que vive para todo o sempre, o qual criou o céu e o que nele há, e a terra e o que nela há, e o mar e o que nele há, que não haveria mais demora; Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos. E a voz que eu do céu tinha ouvido tornou a falar comigo, e disse: Vai, e toma o livrinho aberto da mão do anjo que está em pé sobre o mar e sobre a terra. E fui ao anjo, dizendo-lhe: Dá-me o livrinho. E ele disse-me: Toma-o, e come-o, e ele fará amargo o teu ventre, mas na tua boca será doce como mel. E tomei o livrinho da mão do anjo, e comi-o; e na minha boca era doce como mel; e, havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo. E ele disse-me: Importa que profetizes outra vez a muitos povos, e nações, e línguas e reis.”
O livrinho são as palavras de Jesus, seus ensinos e mandamentos, todos encerrados nos quatro Evangelhos! Agora João começa a aferir (medir) as sete igrejas.
I Pedro 4:14-19
“Se pelo nome de Cristo sois vituperados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus; quanto a eles, é ele, sim, blasfemado, mas quanto a vós, é glorificado. Que nenhum de vós padeça como homicida, ou ladrão, ou malfeitor, ou como o que se entremete em negócios alheios; (Ap. 9:21) Mas, se padece como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus nesta parte. Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus? E, se o justo (fiel) apenas se salva, onde aparecerá o ímpio e o pecador (infiel)? Portanto também os que padecem segundo a vontade de Deus encomendem-lhe as suas almas,como ao fiel Criador, fazendo o bem.”
Apocalipse 11:1-19
“E FOI-ME dada uma cana semelhante a uma vara; e chegou o anjo, e disse: Levanta-te, e mede o templo de Deus, e o altar, e os que nele adoram. E deixa o átrio que está fora do templo, e não o meças; porque foi dado às nações, e pisarão a cidade santa por quarenta e dois meses. E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco. Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da terra. E, se alguém lhes quiser fazer mal, fogo sairá da sua boca, e devorará os seus inimigos; e, se alguém lhes quiser fazer mal, importa que assim seja morto.
6 - Estes têm poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e têm poder sobre as águas para convertê-las em sangue, e para ferir a terra com toda a sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem. E, quando acabarem o seu testemunho, a besta que sobe do abismo lhes fará guerra, e os vencerá, e os matará.”

Neste tempo do processo de aferir (medir) o "templo" (nós), quanto a fidelidade da mensagem, as igrejas em relação a mensagem anunciada, serão medidas no homem interior (espirito e alma), ou seja, o exterior (aparência de piedade) não é medida (aferida). Nosso ser é divido em Corpo, Alma e espirito, bem como o tabernáculo em Átrio (corpo), lugar santo (alma) e santo dos santos (espirito). O átrio que simboliza nosso corpo será entregue as nações para serem marcados com o sinal da besta (veremos isto em Ap. 13).
Muitos se negarão a tal abominação, à semelhaça da desolação da qual profetizou Daniel 11:2-39, que foi um sacrilégio que fizeram ao templo de Jerusalém na época de Antioco IV Epifânio o qual perseguiu o povo de Israel. 

O tempo de Deus (kairós) se estabelece a partir da criação. Temos seis dias de criação (trabalho) e um dia de descanso. No "DIA" de Deus não existe tempo, é atemporal, assim o "DIA" é medido por tarefas (ou ciclos) completadas e não por anos. Cada obra terminada corresponde a "UM DIA" de Deus. No sexto "DIA" Deus fez o homem, e no mesmo sexto "DIA" Cristo completa na metade do "DIA" a obra redentora na cruz. Na profecia de Daniel estão determinadas 70 semanas que se referem ao tempo de expiação de pecado feita por sacrifícios de animais e por fim o sacrifício de Cristo:

Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e sobre a tua santa cidade, para cessar a transgressão, e para dar fim aos pecados, e para expiar a iniquidade  e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o Santíssimo. Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro se reedificarão, mas em tempos angustiosos. E ele firmará aliança com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador. Daniel 9:25-27

A "saída" da ordem para "restaurar a cidade" foi dada antes da fundação do mundo e durou "sete semanas" de Deus.  Depois temos sessenta e dua semanas de Deus até o surgimento do Messias (Verbo encarnado). Por fim, temos a última semana que se divide em dois períodos. Os primeiros três dias e meio corresponde ao ministério de Cristo e sua obra consumada na Cruz. O restante dos outros dias e meio corresponde a era da Igreja completando o "Ide e anunciar o Evangelho". É no sexto dia criação que uma Jerusalém vem sendo "edificada". "Jerusalém" corresponde a todos que creram na mensagem do sacrifícios expiatório, seja pela Lei (animais) seja pela Graça (Cristo).

Edificados sobre o fundamento dos apóstolos (NT) e dos profetas (VT), de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina; No qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor. No qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus em Espírito. Efésios 2;20-22

Este tempo de marcação deverá ocorrer dentro do período de "três dias e meio de Deus" (tempo, tempos e metade de um tempo) ou 42 meses como está no texto. Jesus diz que este tempo de marcação deverá ser abreviado, do contrário ninguém se salvaria. Remanescentes cristãos Judeus (um castiçal/testemunha) bem como gentios cristãos (outro castiçal/testemunha) se negarão a receberem a tal marca, e isto soará aos povos, raças, línguas e nações como uma profecia que determina um juízo (castigo) para aqueles que se deixarem ser marcados. E esta recusa não impedirá que estas pessoas deixem de viver, ao contrário, no tempo da sua profecia, serão visitadas pelo poder de Deus, porém por causa da posição, depois do tempo do seu testemunho, muitos serão mortos.
Lucas 21:12-19
“Mas antes de todas estas coisas lançarão mão de vós, e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e às prisões, e conduzindo-vos à presença de reis e presidentes, por amor do meu nome. E vos acontecerá isto para testemunho. Proponde, pois, em vossos corações não premeditar como haveis de responder; Porque eu vos darei boca e sabedoria a que não poderão resistir nem contradizer todos quantos se vos opuserem. E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues; e matarão alguns de vós. E de todos sereis odiados por causa do meu nome. Mas não perecerá um único cabelo da vossa cabeça. Na vossa paciência possuí as vossas almas.”
Assim que o processo de marcação se encerrar, os que não foram marcados deixarão de existir para o mundo dos negócios (sistemas humanos/sociedade). Sem identificação, sem dinheiro, sem trabalho... serão como se não existissem sobre a terra, pois não contribuirão mais para o avanço da "sociedade".
Apocalipse 11:8
“E jazerão os seus corpos mortos na praça da grande cidade que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, onde o seu Senhor também foi crucificado. E homens de vários povos, e tribos, e línguas, e nações verão seus corpos mortos por três dias e meio, e não permitirão que os seus corpos mortos sejam postos em sepulcro.”
João faz diferença ao citar o primeiro tempo usando "meses" e o segundo tempo usando "dias" a fim de minimizar emocionalmente o período de exclusão da mensagem às nações. Após a humanidade, e consequentemente, 6 das 7 igrejas a qual as revelações são enviadas, o Evangelho não será mais pregado. E a razão é simples.
Apocalipse 14:4-13
“Estes são os que não estão contaminados com mulheres (6 igrejas); porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes são os que dentre os homens foram comprados como primícias para Deus e para o Cordeiro. E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis diante do trono de Deus. E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo, Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas. E outro anjo seguiu, dizendo: Caiu, caiu Babilônia, aquela grande cidade, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua prostituição. E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro. E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, e aquele que receber o sinal do seu nome. Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os seguem.”
Assim, no último período da GT, o Evangelho não será mais anunciado devido a impossibilidade de conversão (arrependimento) daqueles que forem marcados pelo sinal. Este período de "silêncio" nos céus, cujas atividades de anjos para ministrarem em favor dos que vão herdar a salvação se fazem cessar está:
Apocalipse 8:1
“E, HAVENDO aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora.”
Apocalipse 11:10
“E os que habitam na terra se regozijarão sobre eles, e se alegrarão, e mandarão presentes uns aos outros; porquanto estes dois profetas tinham atormentado os que habitam sobre a terra. E depois daqueles três dias e meio o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles; e puseram-se sobre seus pés, e caiu grande temor sobre os que os viram. E ouviram uma grande voz do céu, que lhes dizia: Subi para aqui. E subiram ao céu em uma nuvem; e os seus inimigos os viram.”
Após este ecumenismo mundial em torno de uma só religião, e terminado os dois períodos de tempo, tempos e metade de um tempo, o Senhor vem para arrebatar a sua Igreja fiel.
Apocalipse 11:13-19
“E naquela mesma hora houve um grande terremoto, e caiu a décima parte da cidade, e no terremoto foram mortos sete mil homens; e os demais ficaram muito atemorizados, e deram glória ao Deus do céu. É passado o segundo ai; eis que o terceiro ai cedo virá. E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso SENHOR e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre. E os vinte e quatro anciãos, que estão assentados em seus tronos diante de Deus, prostraram-se sobre seus rostos e adoraram a Deus, Dizendo: Graças te damos, Senhor Deus Todo-Poderoso, que és, e que eras, e que hás de vir, que tomaste o teu grande poder, e reinaste. E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra. E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva.”
Na terra ficarão aqueles que adoraram a besta e foram marcados pelo seu sinal, aguardando o terceiro e último "ai" liberado após o toque da última trombeta.
Postar um comentário